.

.

Mega Link

Mega Link

quarta-feira, 30 de março de 2016

PETROLINA: PERITO DIZ QUE BEATRIZ NÃO FOI MORTA NO LOCAL ONDE FOI ENCONTRADA.



O perito do Instituto de Criminalística Gilmario Lima, que está na equipe da Polícia Civil que investiga o assassinato da menina Beatriz Mota, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, afirmou nesta terça-feira (29) que a garota de 7 anos não foi morta dentro da sala de material esportivo, onde o corpo foi encontrado.

De acordo com Lima, o corpo foi colocado por trás de um armário, local onde “não havia sinais de que poderia ter acontecido um homicídio com arma branca com tamanha brutalidade”.
Outra informação nova foi a de que três chaves que dão acesso ao espaço teriam sumido em novembro do ano passado. As chaves pertenciam a um segurança e dois assistentes de disciplina da escola. Elas dava acesso a três portões que fecham uma triangulação para rota de entrada e de fuga para os suspeitos.
Sobre as pessoas que poderiam ter participado do crime, o delegado Marceone Ferreira Jacinto, responsável pelas investigações, disse que trabalha com cinco personagens. Ele evitou divulgar nomes ou imagens e disse que as pessoas não serão presas até que mais provas sejam obtidas. “Não é um caso qualquer”, justificou.
Todas teriam entrado em contradição durante os depoimentos, de acordo com o delegado. As ações e atitudes tomadas pelos suspeitos ainda estão sendo investigadas pela polícia. Cerca de 2 mil pessoas participavam do evento na quadra do colégio.
Um homem foi visto nas imagens das câmeras de segurança visivelmente nervoso; outro negou ter estado dentro da quadra mas é visto lá nas imagens; outro pediu para não trabalhar na quadra no dia do crime, mas testemunhas disseram que ele esteve lá; uma mulher que é vista nas imagens seguindo em direção ao local em que o corpo foi achado e um quarto homem, que teria entrado em uma sala vazia e passado 1h40 no local.
O delegado aproveitou para reforçar a divulgação do retrato falado de um dos suspeitos de participar do crime. Nove testemunhas teriam confirmado a presença deste homem próximo ao bebedouro, para onde Beatriz teria ido quando desapareceu.
Este homem é apontado pela polícia como um dos suspeitos de ter matado a menina. De acordo com as investigações, esta mesma pessoa – que estava de blusa verde – teria abordado outra criança e a chamado para ajudá-lo a “pegar umas mesas ali”, mas ela saiu correndo. Segundo testemunhas, o homem teria entrado no banheiro infantil e feminino, além do masculino.

Ao ser perguntado se o crime foi premeditado, o delegado Marceone afirmou que “isso é o que a investigação vem mostrando”, mas ainda é necessário provar algumas hipóteses.

GOVERNO ANUNCIA QUE MEDICAMENTOS TERÃO AUMENTO DE ATÉ 12,5%



Consumidores devem ficar atentos esta semana. Nesta quinta-feira (31), o Ministério da Saúde vai anunciar o reajuste anual dos medicamentos, baseado em uma nova metodologia. O órgão não dá detalhes sobre os percentuais, mas o mercado estima que o aumento será de até 12,5% – pela primeira vez, acima da inflação do período.
Desde o ano passado, uma resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), do governo federal, alterou as variáveis do cálculo do aumento. Este ano, a nova resolução esperada para esta semana deverá incluir o agendamento do reajuste: sempre ocorrerá no dia 31 de março de cada ano. Houve ainda alteração dos detalhes dos fatores que compõem a fórmula.
Procurado, o Ministério da Saúde não deu detalhes sobre o cálculo, nem sobre os percentuais que resultaram dele ou como será, efetivamente, a aplicação nos preços para o consumidor. Porém, em encontro com representantes do Sindicato da Indústria de Farmacêuticos de São Paulo (Sindusfarma) na semana passada, o secretário-executivo da CMED, Leandro Safatle, confirmou o percentual de 12,5% – o que levaria o aumento dos remédios a ultrapassar a inflação do período pela primeira vez. Ele informou também que a nova lista de medicamentos deve estar disponível no dia 10 de abril.
Os 12,5% como teto do reajuste também estão nas contas da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), que congrega 56 laboratórios, que respondem por 82% do mercado dos medicamentos de referência e por 33% dos genéricos. De acordo com a Interfarma, influenciaram no cálculo a inflação (IPCA) acumulada entre março de 2015 e fevereiro de 2016, de 10,36%, e detalhes dos fatores.
“O primeiro fator considera a produtividade da indústria, que fora positiva nos últimos anos. Já o segundo se baseia na concorrência das classes terapêuticas para estabelecer faixas distintas de reajustes. Por último, o terceiro fator pondera forças econômicas como câmbio e energia elétrica na equação. Desta vez, a produtividade da indústria foi negativa, ou seja, a mão de obra contratada produziu menos que no ano anterior”, informou a entidade em nota à imprensa.
Mesmo com a alta chegando em um momento crítico da economia do País e das finanças pessoais dos consumidores, muitos deles desempregados, o presidente-executivo da Interfarma, Antônio Britto, argumenta que o acumulado dos reajustes dos medicamentos dos últimos 10 anos continua abaixo do IPCA. Segundo ele, nesse período a inflação somou 79,3%, enquanto os reajustes da CMED foram de 61,2%.
A entidade pontua, ainda, que “os descontos praticados pelo mercado devem influenciar o preço final”. “Como esse mercado é muito competitivo, os preços ficam sempre abaixo do índice de reajuste”, explica Britto.

POLÍCIA ERRADICA MAIS DE QUATRO MIL PÉS DE MACONHA EM BELÉM DO SÃO FRANCISCO.

IMAGEM ILUSTRATIVA


Durante ação desencadeada na última terça-feira (29), a Polícia Militar conseguiu erradicar um plantio com mais de quatro mil pés de maconha em uma ilha próximo ao município de Belém do São Francisco, no Sertão de Pernambuco.

Segundo as informações, além dos 4.200 pés de maconha, a polícia também encontrou uma sementeira, com aproximadamente 1.100 mudas da droga, 45 gramas de maconha pronta para consumo e 133 gramas de sementes. Três homens foram vistos próximo a ilhota, mas eles conseguiram fugir assim que perceberam a chegada da polícia e ninguém foi preso. (foto: ilustração)

VÍRUS DA GRIPE H1N1 JÁ ESTÁ CIRCULANDO POR PERNAMBUCO



Em São Paulo, onde já foram registradas 38 mortes decorrentes do vírus H1N1, as pessoas estão usando máscaras para evitar o contágio
O vírus da gripe H1N1 já está circulando por Pernambuco. Este ano foram confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde 10 casos de pacientes que contraíram o vírus em sua forma mais leve e três casos de pessoas internadas com o quadro grave da doença. No ano passado não houve nenhum registro de H1N1 no Estado. Apesar das confirmações, a secretaria diz que ainda não há indícios de surto da doença em Pernambuco, como ocorre em São Paulo, onde 38 pessoas já morreram em decorrência de complicações causadas pelo vírus. O Estado, no entanto, reforçou a vigilância epidemiológica e faz um alerta para que as pessoas participem da campanha nacional de vacinação que será realizada de 30 de abril a 20 de maio.
A gerente de Vigilância Epidemiológica das Doenças Imunopreveníveis, Ana Antunes, explica que ainda não há nenhuma notificação de óbito decorrente da doença no Estado. Este ano, foram feitas 47 notificações de síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Desse universo, a secretaria coletou amostras de 30 pacientes, sendo 3 positivos para influenza. Entre os casos mais leves, foram coletadas amostras de 125 pacientes. Dez exames laboratoriais já apresentaram resultado. Todos foram positivos para o vírus. “Pelos dados analisados, a identificação do vírus, de fato, tem sido mais frequente, mas não há indicativo de surto”, diz Ana Antunes.


Ela observa que, diante da situação de Estados como São Paulo, é preciso redobrar os cuidados. “Adotamos um controle mais rigoroso no rastreamento dos casos e aumentamos o universo de pacientes que tiveram amostras coletadas”, informa a gerente de Vigilância Epidemiológica.

CHUVA DE 215 mm EM SÃO JOSÉ DO EGITO DESTRÓI CASAS E POSTES, FAMÍLIAS FICAM DESESPERADAS.

IMAGEM ILUSTRATIVA
Choveu intensamente na madruga desta quarta-feira (30), em vários municípios do Sertão do Pajeú. A chuva reabasteceu os reservatórios dos agricultores e o Rio Pajeú transbordou em São José do Egito e Tuparetama. Também choveu em grande parte dos município da região. No início desta manhã, já se podia notar a mudança na paisagem da caatinga e das rodovias que cortam o interior.

De acordo com Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), o município de São José do Egito registrou o maior índice de chuva com (215 mm), seguido das cidades de Brejinho (213 mm), Itapetim (180 mm), Triunfo (123 mm), Serra Talhada (117 mm), Tuparetama (90 mm), Flores (87,4 mm, Quixaba (81 mm), Afogados da Ingazeira (55 mm), Solidão (52, 7 mm), Ingazeira (50 mm), Carnaíba (45 mm), Tabira (40 mm), Iguaracy (16 mm) e Calumbí ( 9 mm).

CONFIRA O QUANTO CHOVEU EM CADA CIDADE DO PAJEÚ, SÃO JOSÉ DO EGITO LIDERA COM 215mm

1- São José do Egito: 215 mm
2- Brejinho: 213 mm
3- Itapetim: 180 mm
4- Triunfo: 123,1 mm
5- Serra Talhada: 117,1 mm
6- Tuparetama: 90 mm
7- Flores: 87,4 mm
8- Quixaba: 81 mm
9- Afogados da Ingazeira: 55 mm
10- Solidão: 52,7 mm
11- Ingazeira: 50 mm
12- Carnaíba: 45 mm
13- Tabira: 40 mm
14- Iguaracy: 16,2 mm
15- Calumbi: 9 mm
16- Santa Terezinha: 0 mm

17- Santa Cruz da Baixa Verde: 0 mm

VEÍCULO ROUBADO É RECUPERADO EM AFOGADOS DA INGAZEIRA E SUSPEITO É PRESO.


IMAGEM ILUSTRATIVA
A equipe da ROCAM foi acionada pela Central de Operações do 23° BPM, a qual recebeu denúncias de populares sobre o veículo Honda/Bros 150 de cor preta, ano 2006, placa KIU-0531 que estava estacionado em frente aos correios, tal denúncia afirmava que o veículo era objeto de roubo. Após verificação na INFOSEG foi constatada a veracidade da informação. De imediato a equipe da ROCAM foi ao local, onde se deparou com o veículo e após rondas no local foi encontrado W. F., 20 anos, com capacete na mão e as chaves do referido veículo. Diante dos fatos o mesmo foi conduzido a delegacia de polícia local onde foi autuado em flagrante delito.

POLÍCIA PRENDE GRUPO SUSPEITO DE PRATICAR 24 HOMICÍDIOS EM PERNAMBUCO.



IMAGEM ILUSTRATIVA
Armas e drogas foram apreendidas na operação Arreios da Lei, O grupo desarticulado durante a operação “Arreios da Lei” – deflagrada em 23 de março no Agreste de Pernambuco – é suspeito de 24 homicídios. A informação foi divulgada durante coletiva de impresa realizada no Recife, segunda-feira (28). A Polícia Civil informou que os criminosos são suspeitos também de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e roubo em Caruaru e Bezerros.
Para a polícia, integrantes do grupo são responsáveis pela morte de um dançarino em 10 de novembro de 2015 no Bairro do Salgado, assim como a de uma mulher de 33 anos, assassinada a tiros em 26 de dezembro do ano passado.
Quinze pessoas foram presas – treze homens e duas mulheres, com idades entre 19 e 50 anos – segundo o delegado Bruno Vital. Uma das mulheres, de 19 anos, foi presa em 10 de março com 500 g de maconha e mais de R$ 8 mil em dinheiro.
As investigações foram iniciadas em setembro de 2015. De acordo com a polícia, o grupo tinha vínculos nos bairros do Salgado e São João da Escócia, em Caruaru. Os homicídios, segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, ocorreram entre abril de 2014 e fevereiro de 2016.
Ao todo, foram apreendidos dois carros, 19 armas, 1 kg de maconha e 449 munições de diversos calibres. Algumas prisões foram realizadas dias antes da operação ser deflagrada, em 23 de março deste ano.


Participaram da operação 101 policiais civis – entre delegados, agentes e escrivães – além de policias militares. As investigações foram desenvolvidas pela 3ª Divisão de Homicídios Agreste e pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil na AIS-14.